Secretário de Educação será convocado a dar explicações à Assembleia
quarta-feira, 16 de maio de 2018

Diante das seguidas cobranças feitas da tribuna da Assembleia Legislativa por deputados, em relação a medidas administrativas adotadas pela Secretaria de Estado de Educação, o plenário da Casa aprovou na manhã desta quarta-feira (16) proposta feita pelo deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), 2º secretário da Mesa Diretora, para a convocação do secretário Haroldo Rocha para dar explicações sobre a política empreendida para o setor.

A proposta de Enivaldo foi feita quando o deputado Sérgio Majeski (PSDB) justificava indicações que fez ao governador Paulo Hartung (MDB) de reformas em escolas do Sul do Estado e disse que a Secretaria de Educação está adotando uma política administrativa de unir turmas de escolas diferentes no município de Alegre, em prejuízo da qualidade do ensino. 

Eram três escolas de Alegre  em foco: Ana Monteiro de Paiva,  Juvenal Nolasco e a Oscar de Almeida Gama, no distrito de Araraí, cujo fechamento chegou a ser anunciado pelo Estado, que precisou revogar a decisão por força da atuação do Ministério Público e da Justiça da Comarca. Representantes dessas escolas também serão convidados para relatarem a situação, conforme aprovado pelo plenário.

O presidente da Assembleia, deputado Erick Musso (DEM), colocou em apreciação a proposta de Enivaldo, aprovada à unanimidade. Logo em seguida, o parlamentar do PSD também propôs que seja convidado o diretor-geral do DER-ES, Ênio Bergoli, para dar explicações ao plenário sobre as condições de conservação das rodovias estaduais, devido às inúmeras reclamações que têm chegado aos gabinetes dos parlamentares.

As datas desses comparecimentos, tanto de Haroldo Rocha quanto de Ênio Bergoli, serão divulgadas posteriormente pela Mesa Diretora.

 

Compartilhe: