Enivaldo dos Anjos Convoca colegas a destravar pauta de votação
segunda-feira, 03 de setembro de 2018

Presença constante nas sessões ordinárias da Assembleia, mesmo após a abertura dos trabalhos de campanha eleitoral, o deputado e segundo secretário da Mesa Diretora, Enivaldo dos Anjos (PSD) fez um apelo, durante seu discurso na tribuna da Casa, nesta segunda-feira (03), para que seus colegas parlamentares não apenas compareçam, mas que também permaneçam nas próximas sessões e destravem a pauta de votação.

“Gostaria de pedir aqui que os deputados façam um esforço para comparecer nas próximas sessões, em especial a de amanhã (terça-feira, 04), para que possamos apreciar os vetos do governo e assim dar andamento à pauta de votações. Temos que trabalhar para desenvolver a transição deste para o próximo governo, seja ele qual for”, discursou o deputado que também falou sobre a apreciação do próximo orçamento a ser votado pela Assembleia Legislativa.
Com a proximidade do final do mandato, o momento de apreciar a peça orçamentária para o ano de 2019 se aproxima e, de maneira delicada, pode significar um novo impasse dentro da Assembleia, a exemplo de 2014, quando o ainda não empossado mas já eleito governador, Paulo Hartung, solicitou revisar a peça orçamentária de 2015, enviada por seu antecessor, Renato Casagrande.
Prevendo uma possível intervenção do futuro governador ou governadora eleito, Enivaldo dos Anjos também convidou para comparecer à Assembleia os candidatos à cadeira do Executivo a partir de 2019. “É muitíssimo importante também que os candidatos ao governo do Estado já compareçam à Assembleia para que possamos discutir sobre o desenvolvimento da peça orçamentária de 2019, a exemplo do que foi feito da vez passada”, comentou o parlamentar.
Enivaldo dos Anjos foi um dos deputados que defendeu a mudança nos dias das sessões ordinárias para facilitar a presença dos deputados durante o processo eleitoral. Presente em todas as sessões, inclusive as presidindo, desde o início da corrida por uma vaga no Legislativo, o deputado permanece desenvolvendo seus trabalhos à frente da Segunda Secretaria da Mesa Diretora, das CPIs que investigam a Máfia dos Guinchos e a Sonegação de Tributos no Estado, além de coordenar a própria campanha à reeleição.

 

Compartilhe: