Enivaldo quer 50% de vagas no Parlamento reservadas a mulheres
segunda-feira, 25 de março de 2019

O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) enviou ao senador Fabiano Contarato (Rede) uma sugestão para que encaminhe ao Congresso Nacional uma proposta que garanta reserva de 35% das vagas em todas as casas legislativas do Brasil para as mulheres, já a partir das eleições de 2022. A ideia dele é uma tabela progressiva até alcançar 50% das vagas para mulheres.

“A sugestão é que haja uma progressão de 4% a cada eleição, até que, a partir de 2038 haja uma garantia de que 50% das vagas nas casas legislativas sejam destinadas às mulheres. É desta forma que vamos garantir uma representação parlamentar feminina à altura da participação das mulheres na composição da população”, disse Enivaldo. 

Nas eleições municipais, a reserva de cota de vagas começaria a valer a partir das eleições de 2024, progredindo da mesma forma até atingir os 50% em 2040.  “Somente assim, os partidos políticos brasileiros vão encarar, com a seriedade que o assunto merece, a questão da representatividade feminina na política. E poderemos dar a elas o espaço necessário para ocuparem o seu lugar”, acentuou Enivaldo.

O deputado demonstrou estudos que comprovam que o Brasil tem uma das piores taxas de participação feminina em cargos eletivos e enfatizou que o Espírito Santo tem o segundo pior índice, com apenas 8% de 967 vagas. A melhor participação no Brasil é do Estado do Amapá, onde as mulheres ocupam 41% das vagas eletivas.

O motivo de Enivaldo dos Anjos ter escolhido Contarato como porta-voz de sua proposta é devido à posição do senador capixaba em defesa das cotas femininas nas candidaturas eleitorais. “Nenhum passo atrás, quantos passos à frente forem necessários e possíveis”, disse Enivaldo.

 

Compartilhe: