Enivaldo pede alambrado para evitar danos a barragem
segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Preocupado com a possibilidade de invasão do local e consequente danificação da obra, o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) solicitou que a Secretaria de Agricultura faça um aditivo no contrato da empreiteira Monte Azul para que construa um alambrado em torno da barragem, que já está pronta para ser entregue em Barra de São Francisco, com portão grande e guarita para vigilância. 
O pedido foi feito em ofício ao subsecretário de Infraestrutura Rural do Estado, Rodrigo Vaccari dos Reis, no qual o parlamentar manifestou sua preocupação com eventuais danos à obra, haja vista que o local é aberto e pode vir a ser usado de forma inadequada. “Nunca pode se afastar a possibilidade, por exemplo, da realização de eventos clandestinos, o que seria uma lástima, um transtorno e um risco muito grande para a obra”, disse Enivaldo.
A barragem do distrito de Cachoeirinha de Itaúnas tem capacidade para armazenar 100 milhões de litros de água, o que pode abastecer a cidade de 45 mil habitantes por até um mês de escassez total de chuvas. A barragem ganhou o nome de Everaldo Bianquini, em homenagem ao antigo proprietário da área, falecido em 2017, cuja família fez a doação do necessário para construir a barragem. 
A obra foi feita com recursos do Estado, através do Plano Estadual de Barragens, lançado após a grande estiagem que atingiu o Estado depois de 2014, para enfrentamento a efeitos da defasagem hídrica. A manutenção ficará por conta da municipalidade. 
Com 50 mil metros quadrados, a barragem equivale ao tamanho de dois estádios Kléber Andrade. O investimento do Governo do Estado, por meio da Seag, é de quase R$ 1,5 milhão.

 

Compartilhe: