Apae devolve doação a Enivaldo para evitar problema com Justiça Eleitoral
quarta-feira, 13 de maio de 2020

O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) decidiu dividir entre as Sociedades Pestalozzi de Mantenópolis e Água Doce do Norte a doação de 30% de seu salário, correspondente a R$ 5.613,32, diante da ameaça de denúncia à Justiça Eleitoral, uma vez que o parlamentar é pré-candidato a prefeito de Barra de São Francisco. Por isso, a Apae do município já fez a devolução do valor anteriormente depositado pelo deputado.

“É uma pena que estejam querendo fazer essas ilações maldosas, porque a Apae de Barra de São Francisco passa por grandes dificuldades financeiras. Essas entidades não têm nenhuma ligação política, são humanitárias e atendem exatamente a pessoas que são desprezadas pela sociedade. Mas vou abençoar da mesma forma as Pestalozzis de Mantenópolis e Água Doce do Norte e me comprometo a doar para a Apae de nossa cidade no próximo ano, fora do período eleitoral”, disse Enivaldo.

O deputado acentuou que fará as doações durante três meses, conforme está previsto no projeto de lei que tramita normalmente na Assembleia Legislativa. “Fizeram um cavalo de batalha essa projeto, mas é importante salientar que votei contra o regime de urgência, mas que são tão a favor do projeto que estou me antecipando e fazendo as doações para que essas entidades possam enfrentar os problemas financeiros no período da pandemia do coronavirus”, acentuou o deputado.

O parlamentar francisquense ainda deixou claro que está aguardando que o autor do projeto também faça e comprove a doação da primeira cota dos 30% do seu salário. “Quando ele fizer a doação da primeira cota, eu vou fazer a doação da minha segunda parcela e ficar esperando por ele também”, observou.

Enivaldo dos Anjos fez questão de dizer que não concorda com as opiniões de que a doação possa ser vista como tentativa de compra de voto, “porque a Apae e a Pestalozzi estão muito acima disso e não estamos dando dinheiro a pessoas, mas sim a entidades humanitárias”. Mas decidiu rever a doação para a Apae de Barra de São Francisco para evitar problemas futuros.

 

Compartilhe: