Deputado homenageia servidora: “Izamar foi um exemplo de lealdade”
sexta-feira, 26 de agosto de 2016

A sexta-feira (26) amanheceu mais nebulosa para os servidores da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, principalmente aqueles que trabalham na 1ª Secretaria, sob o comando do Deputado Enivaldo dos Anjos (PSD). Nas primeiras horas, chegou a notícia de que, durante a noite, faleceu a servidora Izamar Maria Loureiro dos Santos, aos 60 anos. 

“Ela sempre tinha um sorriso no rosto, apesar de todos sabermos que sua vida não era fácil. Era um exemplo de lealdade e de companheirismo, formando com dona Maria Borges uma dupla de amigas que nos inspirava. Era uma das grandes lutadoras da causa que abraçamos, a solução do processo de pagamento da correção salarial de 11,98% do Plano Real”, disse o deputado Enivaldo dos Anjos, que está em viagem pelo o Noroeste do Estado.

A sensação sentida pelo deputado e por todos os colegas do setor é de que Izamar esperou apenas o encerramento do processo de pagamento do 11,98% para partir. “É impressionante esse sentimento. Ela estava presente sempre. Quando fizemos a despedida de dona Maria, que se aposentou, elas duas protagonizaram momentos de muita emoção para todos nós, pela demonstração de amizade. A gente fica sem palavras e sem ação”, disse Enivaldo dos Anjos.

Izamar é a segunda servidora, do quadro efetivo da Assembleia Legislativa, a falecer neste ano de 2016, em meio à luta para receber a correção de salário referente ao Plano Real. O outro foi José Franklin Moreira. No carnaval, morreu o servidor símbolo da luta pelo pagamento do precatório, José Marques Cosme, o “Zé Precão”, vice-presidente do Sindicato dos Servidores (Sindilegis).

Na última terça-feira (23), o deputado Enivaldo dos Anjos presidiu a última reunião da Comissão dos 11,98%, anunciando o início do pagamento dos valores devidos a mais de 3.200 servidores beneficiados pelo acordo.

“Na quinta-feira (25), Izamar se comunicou com os colegas do setor pela última vez, avisando que estava indo para o médico e que não iria trabalhar, pedindo compreensão. Todos desejaram saúde para ela e ficaram tranquilos, porque era comum o procedimento, pois ela frequentemente buscava ajuda para sua saúde. O que nos surpreende é essa notícia assim, porque não tínhamos informação de que houvesse esse risco. Nossa secretaria está triste, mas todos conscientes de que o bom ambiente em que trabalhamos contribuiu para que Izamar fosse feliz conosco até o seu último dia”, comentou Michele Dalcamin Pessoa, chefe de gabinete da 1ª secretaria.

As últimas homenagens para Izamar Maria Loureiro dos Santos estão sendo prestadas no Jardim da Paz, em Laranjeiras, na Serra, município onde a servidora morava.

 

Compartilhe: